Polêmica – União gay não é considerada família, segundo projeto discutido na Câmara

A Câmara dos Deputados criou uma comissão especial para discutir a elaboração de um Estatuto da Família. A proposta deveria seguir os mesmos moldes de outros estatutos já existentes, como o dos idosos e das crianças. Mas o projeto que dá base à discussão é nitroglicerina pura. O texto proposto pelo deputado Anderson Ferreira (PR-PE) restringe o conceito de família como o núcleo social formado a partir da união “entre um homem e uma mulher”.

Com esse formato, se for aprovada, a proposta exclui do estatuto a possibilidade de alguma união gay ser considerada como família.

Na proposta do estatuto, o deputado Anderson Ferreira deixa clara sua ideia de defender um conceito conservador para o tema.

deputado-Anderson-Ferreira“Conquanto a própria carta magna tenha previsto que o Estado deve proteger a família, o fato é que não há políticas públicas efetivas voltadas especialmente à valorização da família e ao enfrentamento das questões complexas a que estão submetidas às famílias num contexto contemporâneo.
São diversas essas questões. Desde a grave epidemia das drogas, que dilacera os laços e a harmonia do ambiente familiar, à violência doméstica, à gravidez na adolescência, até mesmo à desconstrução do conceito de família, aspecto que aflige as famílias e repercute na dinâmica psicossocial do indivíduo”, diz a proposta de Anderson que terá apoio da bancada evangélica.

Fonte: Estadão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s