PROJETO “UNIVERSIDADE CIDADÔ – 1ª Edição

O Centro Acadêmico de Direito do UDF (CADir – UDF) Gestão NOVO CONCEITO em parceria com diversas entidades realizará no próximo dia 16 de Novembro a primeira edição do Projeto “UNIVERSIDADE CIDADÔ no qual estudantes universitários e voluntários saem de suas salas de aula para colocar em prática toda a teoria aprendida em seus Cursos de Graduação.

A comunidade escolhida para receber a primeira edição do projeto foi a Cidade Estrutural por ser a mais carente do Distrito Federal.

OBJETIVOS DO PROJETO

O Projeto visa prestar atendimento em forma de Consultorias Jurídicas, Atenção à Saúde Básica e Gestão Doméstica aos cidadãos da Cidade da Estrutural, Região Administrativa com a menor renda per capta do Distrito Federal (R$ 299,55) segundo dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal – CODEPLAN.

JUSTIFICATIVA

O Projeto se justifica pelos dados oficiais apresentados pelos Institutos de Estudos Geográficos e Populacionais, seja o IBGE ou a CODEPLAN. Todas as amostras sinalizam para uma realidade desumana vivenciada pelos moradores da Cidade Estrutural. Apenas 1% da população daquela Região Administrativa possui diploma de

Ensino Superior. O analfabetismo e o desemprego são fatores negativos que atingem grande parte de sua população.

As realidades dos moradores da Estrutural e dos estudantes Universitários do UDF são complemente divergentes. Daí surge a razão de ser do projeto UNIVERSIDADE CIDADÃ. Humanizar o estudante universitário, retirando-o de sua zona de conforto e ampliando sua visão de sociedade, dando-lhe oportunidade de auxiliar o menos favorecido através dos conhecimentos adquiridos na Universidade.

Um resultado positivo no primeiro evento UNIVERSIDADE CIDADÃ pode representar um marco para a Instituição, seus alunos e colaboradores externos, gerando a perspectiva de novas etapas em outras comunidades carentes do Distrito Federal.

INSCREVA-SE PARA SER VOLUNTÁRIO:

projeto cidadao final

INFORMAÇÕES E CONTATOS:

Centro Acadêmico de Direito “Dr. Eurico Rezende” – CADir – UDF.

Fones: 8530-4412 | 9999-4444 | 9675-9002 | 9634-9054

Responsáveis: Luiz Oliveira | Narajulia Cipriano | Edicio Mesquita | Bruno Ornelas

e-mail: novocadirudf@gmail.com

LOCAL: Escola Classe Nº 2 da Estrutural

OAB muda sistema e Aprovação na 1ª Fase valerá para a 2ª tentativa

Aprovação na 1ª fase do Exame da OAB valerá para nova tentativa

Em exame seguinte, reprovado poderá passar direto para a segunda fase.
Mudanças já valem para o XII Exame que começa em dezembro.

Índice

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou nesta terça-feira (1º) uma alteração no Exame de Ordem que permite que o candidato reprovado na segunda fase, a prática-profissional, aproveite a aprovação da primeira fase. Dessa forma, no exame seguinte o bacharel terá a chance de se utilizar dessa aprovação da primeira fase e fazer de novo somente a segunda fase. A regra vale somente para o exame subsequente na qual o candidato foi reprovado.

Segundo o coordenador nacional do Exame de Ordem, Leonardo Avelino, a mudança atende uma necessidade pedagógica do processo seletivo. “Pedagogicamente não era inteligente que o candidato fizesse novamente a primeira fase, já que ela demonstra posse de conhecimentos gerais para o exercício da advocacia. Este candidato tem de se dedicar à prova prática.”

Avelino não acredita que a novidade vá impactar os índice de reprovação do exame. Segundo ele, os candidatos aprovados têm sucesso logo na primeira tentativa, e os que reprovam na estreia têm mais dificuldade de ter sucesso depois. “Não acho que teremos mudanças significativas nos índices, para isto ocorrer é necessário mudanças no ensino jurídico.”

A OAB também aprovou a alteração que permite que os estudantes do nono e décimo semestre prestem o exame. As mudanças já valem para o XII Exame de Ordem que começa em dezembro deste ano.

XI Exame de Ordem
Na segunda etapa (prova prático-profissional), os bacharéis precisam responder quatro questões discursivas e redigir uma peça profissional na área do direito em que optaram no momento da inscrição: direito administrativo, direito civil, direito constitucional, direito empresarial, direito penal, direito do trabalho ou direito tributário e do seu correspondente direito processual.

No XI Exame de Ordem, edição mais recente que ainda está em andamento, mais de 101 mil bacharéis em direito se inscreveram. Pouco mais de 19 mil passaram para a segunda fase. A prova da segunda fase será no dia 6 de outubro, com início às 13h (horário de Brasília).

Fonte: G1